segunda-feira, 29 de março de 2010

TEMPO SECO NA SEMANA DA PÁSCOA

Previsão do Tempo - 30/03 à 04/04
Atualizada em 01/04 às 22:31

Nesta terça-feira, com o avanço do ar seco a nebulosidade diminui e o sol pode aparecer. Mesmo assim, não se descarta chuva/garoa de forma isolada na primeira metade do dia. Mínima de 19°C e máxima de 29°C.


Na quarta-feira o sol predomina e não há previsão de chuva. A temperatura cai um pouco mais na madrugada/amanhecer. Mínima de 17°C e máxima de 31°C.


Na quinta-feira o sol também predomina e a temperatura entra em elevação. Mínima de 19°C e máxima de 32°C.


Na sexta-feira o sol predomina com algumas nuvens. Faz calor à tarde. Há uma chance pequena de chuva típica de verão (a partir da tarde). Mínima de 20°C e máxima de 34°C.

quinta-feira, 25 de março de 2010

CARA DE OUTONO - TEMPO INSTÁVEL PERMANECE NO FINAL DE SEMANA

Previsão do Tempo - 26/03 à 29/03

Nesta sexta-feira o tempo pouco se altera. A nebulosidade persiste e haverá períodos de parcialmente nublado à encoberto. Chance de chuva e garoa a qualquer momento do período. Mínima de 21°C e máxima de 26°C.

No final de semana o tempo permanece instável com chance de chuva/garoa, porém, o sol pode aparecer em um maior número de horas (comparado a quinta e sexta). Temperatura mínima de 20°C e máxima entre 26°C e 28°C.

Na segunda-feira o quadro também pouco se altera. Nebulosidade predomina com possibilidade de algumas aberturas de sol e com chance de chuva a qualquer momento do período. Mínima de 20°C e máxima de 28°C.




Alerta-se para o risco de chuva forte e excessiva nos litorais norte gaúcho e catarinense. Modelos matemáticos sugerem muita chuva em todo leste do Sul do Brasil. Como o solo já está saturado da chuva que persiste em cair desde quarta-feira (24/03), adverte-se para o risco de deslizamento de terra (encostas) e enchentes nestas regiões.

segunda-feira, 22 de março de 2010

MUITAS NUVENS E CHANCE DE CHUVA

Previsão do Tempo - 23/03 a 25/03
Atualizada em 24/03 às 20:51


Na terça-feira, Dia Mundial da Meteorologia, a nebulosidade predomina sobre a região de Montenegro. Chove/garoa a qualquer momento do período. Temperatura mínima de 21°C e máxima de 26°C.


Na quarta-feira o tempo segue instável com chance de chuva/garoa a qualquer momento. Temperatura mínima de 21°C e máxima de 27°C.


A quinta-feira deve ser parecida com a quarta. O tempo nublado/encoberto predomina e devido a proximidade de áreas de instabilidade, estão previstas chuva e/ou garoa na nossa região a qualquer momento do período. Mínima de 19°C e máxima de 26°C.



----------------------------------------------------------

Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br

sexta-feira, 19 de março de 2010

FIM DE SEMANA DE TEMPO INSTÁVEL

Previsão do Tempo - 20/03 à 22/03
Atualizada em 21/03 às 19:25


O fim de semana deve ser um pouco abafado e muito instável. O céu irá alternasse com períodos de sol, nuvens e chuva. O primeiro dia de outono (que começa sábado às 14:32) deve ter maior período de nuvens e chuva do que no domingo. Há chance de chuva forte. Temperatura mínima de 21°C e máxima de 31°C.

A segunda-feira segue instável na região de Montenegro. O sol tende a aparecer entre nuvens, mas há chance de pancadas de chuva a qualquer momento do período. Há risco de chuva forte e/ou temporais na nossa região, assim como ventania e queda de granizo. Mínima de 22°C e máxima de 30°C.

----------------------------------------------------------
TEMPORAL - 20/03/2010 - 11:30

O forte temporal de ontem à noite, registrou um acumulado de 52 milímetros, ou seja, quase a metade da média do mês de Março em apenas 40 minutos. Diversas ruas ficaram alagadas em Montenegro. O vento possivelmente ficou entre 60 e 80 km/h.

----------------------------------------------------------
ATUALIZAÇÃO I - 21/03/2010 - 23:20

Frente fria avança rapidamente e provoca temporais e chuva forte em várias cidades. Observem as imagens do satélite ao lado o enorme aglomerado de nuvens que estão cobrindo o nosso Estado nessa noite. Impressiona a rápida QUEDA DE PRESSÃO ATMOSFÉRICA e a quantidade de DESCARGA ELÉTRICA registrada (imagem abaixo). Uruguaiana nesse momento enfrenta temporal e pressão atm. de apenas 994 hPa. Santa Maria enfrenta quadro pré-frontal, ou seja, a temperatura sobe com o vento norte à quase 30°C, mas já registra muitos raios e pressão de apenas 997 hPa (sinal de temporal muito próximo). Alerta-se para a elevada chance de temporais, ventania (com possibilidade de danos), alagamentos, queda de granizo e chuva forte em todas as regiões, incluíndo Montenegro, nas próximas horas.



segunda-feira, 15 de março de 2010

SEMANA DE SOL E TEMPO SECO

Previsão do Tempo - 16/03 a 19/03
Atualizada em 17/03 às 11:45

Na terça-feira o sol predomina em Montenegro. Com a chegada do ar seco e frio, a madrugada e o amanhecer serão um pouco frio com mínima entre 13ºC e 15ºC, mas à tarde faz entre 26ºC e 28ºC.

A quarta-feira será ensolarada. O amanhecer novamente será um pouco frio, com mínima de 14ºC. A tarde a temperatura sobe rapidamente e a máxima fica entre 28ºC e 30ºC.

Na quinta-feira o tempo segue firme e sem previsão de chuva. A fraca massa de ar frio perde força e o calor retorna à tarde. Mínima de 18ºC e máxima de 33ºC.

Na sexta-feira o sol aparece com nuvens. Devido a aproximação de áreas de instabilidade, não se descarta chuva na segunda metade do período (principalmente à noite). Mínima de 21°C e máxima de 33°C.

sexta-feira, 12 de março de 2010

SOL E CHANCE DE CHUVA

Previsão do Tempo - 12/03 a 15/03
Atualizada em 13/03 às 10:58

Hoje o sol aparece com nuvens na região de Montenegro. Temperatura mínima de 21°C e máxima de 31°C à tarde.

No sábado o sol aparece mas no decorrer do período as nuvens aumentam. Não se descarta até mesmo a chance de chuva mais para o segundo período do dia (apesar da chance ser muito maior no domingo). Madrugada e amanhecer de temperatura amena, em torno de 19°C. Mas à tarde a temperatura sobe rapidamente e faz 30°C.

No domingo o sol até pode aparecer, mas as nuvens aumentam e deve chover a qualquer momento do período. Mínima de 21°C e máxima de 30°C.

A segunda-feira deve começar com muitas nuvens, e até uma chance remota de chuva, mas no decorrer do período o céu limpa e o sol aparece. Mínima de 19°C e máxima 31°C.

quinta-feira, 11 de março de 2010

O PESCADOR DO CATARINA E O METEOROLOGISTA FAMOSO

Um relato interessante, do ponto de vista de um pescador, que vivenciou a chegada do Furacão Catarina em 2004 enquanto pescava na praia:

Parecia mais um dia normal de pesca no litoral norte gaúcho. Iscas frescas. Peixes. Parceria. Tudo corria bem, parado e quieto. Até que coisas estranhas começaram a acontecer.
Geralmente, dizemos que “hoje o mar está tocado de sul”, ou “tocado de norte”. Uma condição perdurável. Conforme a força ajusta-se o peso do chumbo ou altera-se a bitola da linha. Após lançarem, os pescadores notaram que suas linhas corriam para o sul e logo após tinha certeza que estavam derivando para o norte. Repentinamente, para o sul de novo. Depois, outra vez, para o norte. Um fenômeno espantoso.
Pouco antes, na estrada, escutavam a programação esportiva pela radio Gaúcha. Mas, interromperam a transmissão para um informe extraordinário. Um aviso de clima severo. Seria um ciclone extratropical. Assustaram-se os pescadores Raug e Iotti, a bordo do Cruzador Fantasma, rumo ao litoral. Seria o fim da pescaria? Nada disso! O Cléo Kühn entra na transmissão para tranqüilizar a todos, dizendo, em tom “descontraído”, que seria “um ventinho”. Maravilha então, nada de furacão. Um furaquinho, talvez?
Lá pelas tantas, o Raug pega um peixe inesperado, muito singular para o lugar aonde pescavam, um sargo-de-beiço, que não ocorre naquela região arenosa do litoral gaúcho. Ao contrário, habita junto aos costões e ambientes pedregosos, parceis, etc. Não ali, na praia de fundo de areia. Como se perdera? Intrigados acompanhavam os movimentos das linhas sendo puxadas pelo mar, ora para o sul, ora para o norte. Indecisas.
O Iotti, desconfiado, comenta com o Raug que se lembrara de uma feita, talvez a única, quando interromperam a programação esportiva para um anuncio extraordinário. Fora há muito tempo. Um domingo, em 1957 ou 58. Era um jogaço que estava sendo transmitido pela radio Guaíba. Alguém ligou para a difusora para dar um aviso importante. A pessoa que ligara teria “sotaque de padre”, uma voz velhinha, calma e triste. Talvez lembrasse a do personagem Irmão Benildo, do próprio Iotti. E a voz consternada dera a morte, naquele momento, de Dom Vicente Scherer.
Fez-se tocar a chamada do “Correspondente Renner”, noticioso de grande prestígio por décadas, (quem não se lembra da vinheta?) em edição extra:
– E atenção: Vítima de um insulto cardíaco faleceu há poucos instantes sua excelência reverendíssima Dom Vicente Scherer. E atenção que vamos repetir...
Todos os sinos de igrejas foram tocados, da capital ao interior, anunciando o que era um trote... Seria uma nova “barrigada”?
...Trec. Trec. Treiiim. Dispara o alarme e corre a linha da carretilha. O Raug tenta dominar a situação. Fechando o freio, mas sem travar totalmente. A linha corria, dando puxadas fortes. O peixe da pescaria! E vai linha. E o mar começa a recuar. E a linha saindo da carretilha com força. Recuando. Soqueando a ponta da vara. Recuando. Cabeceando e a linha pela metade. O peixe de uma vida! E a maré recuando. Mas, nessas horas não há o que fazer. Para não perder o peixe é necessário acompanhar e deixar correr até cansar. E o vento começando a soprar. E o peixe não parava para tomar fôlego. Um monstro, com certeza. Uma luta demorada. O mar recuando, como um bodoque esticando para ganhar energia. Como uma mola sendo comprimida. E se o Cléo Kühn estivesse errado? A linha quase no finzinho. Momento de pânico! As últimas voltas e começava a aparecer o carretel. Um temporal se aproximando. Na cabeçada final o peixão estourou o nó do carretel, chacoalhando a vara e levando toda a linha enquanto o mar parecia uma parede de água.
Recolheram tudo de qualquer jeito e pularam para dentro da camionete.
Saíram levantando areia momentos antes que o bodoque fosse disparado. O mar atingiu as dunas e tocou terra o "landfall*" do fenômeno climático identificado como 01.L NONAME pelo Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos, ou como 1-T Alfa pelo Met Office da Inglaterra, ou ainda, como “um ventinho” pelo Cléo Kühn, mas, infelizmente, ficou famoso como “Catarina”.

*landfall: quando o olho dos ciclones tropicais no oceano move-se sobre a terra. O lugar exato onde ocorreu um landfall sofre os maiores impactos. É exatamente na área onde ocorre o landfall que recebe os ventos mais fortes encontrados na parede do olho, onde acontece o pico de elevação da maré de tempestade e também onde ocorrem as chuvas mais fortes.

terça-feira, 9 de março de 2010

ALERTA DE CHUVA LOCALMENTE FORTE E EVOLUÇÃO DO CICLONE PARA TROPICAL


ALERTA

O Ciclone ainda não tem um nome batizado, mas já recebe código mundial ("INVEST90Q" pela Marinha dos EUA e "INVEST90L" pelo NOAA). O alerta de chuva localmente forte continua para todo leste (incluindo a região de Montenegro) e principalmente os litorais de SC e RS. A maior preocupação, até o momento, é com a chuva e não tanto com o vento (que até o momento não está forte). Alerta-se também que o cenário está altamente propício a formação de tornados e trombas d'água (tornados sobre o mar), assim como já ocorrido..


A página da NASA que monitora os ciclones tropicais ao redor do mundo, assim como aconteceu com o ciclone que se formou no nosso litoral em 2006, também acusa a presença do sistema na costa gaúcha.


O boletim do NOAA para a América do Sul de agora à tarde, orgão oficial de Meteorologia dos Estados Unidos, adota linguagem pesadíssima e sem precedentes nas análises para a nossa região. Alerta para a possibilidade do ciclone na costa ganhar força e evoluir para tropical e termina a advertência com a seguinte frase: "preparem-se para o pior". Veja a análise deste sistema abaixo:


(Clique para ampliar)

-------------------------------------------------------------------
Atualização - 09/03/10 - 23:50

Ciclone ganha força e avança de nível, passando a ser classificado como uma Tempestade Tropical (um nível antes de furacão!). Dados atuais apontam ventos contínuos de 34 nós (+ ou - 65 km/h) no centro (núcleo).

--------------------------------------------------------------------
Atualização - 10/03/10 - 00:28

Tempestade Tropical continua ganhando força no oceano! Nesse momento não se descarta um FURACÃO na costa gaúcha! Seria o segundo da história (o primeiro foi o Catarina).

------------------------------------------------------------------
Atualização - 10/03/10 - 07:50

Um ciclone muito raro, extraordinário no ponto de vista científico para o nosso clima regional, segue atuando na costa do Rio Grande do Sul. Nesse momento a Tempestade Tropical, assim classificado o ciclone, perdeu um pouco a sua simetria. O vento deve aumentar nesta quarta-feira em todo leste do Estado, principalmente no litoral norte, mas segue a preocupação com a possibilidade de chuva forte e excessiva.


------------------------------------------------------------------
Atualização - 10/03/10 - 11:12

Ciclone começa a se afastar lentamente (para leste) do continente.

------------------------------------------------------------------
Atualização - 10/03/10 - 16:19


Ciclone que havia sido rebaixado para 2.0 na escala Dvorak, voltou a se intensificar nesta tarde e a sua nova classificação retorna para 2.5 (mesma da madrugada). Agora a sua trajetória é Sudeste, mas ainda afastando-se muito lentamente do continente.

------------------------------------------------------------------
Atualização - 11/03/10 - 10:09


Ciclone se afasta completamente da costa e não apresenta mais perigo no continente, porém, em alto mar continua o alerta, pois a sua classificação é a mesma de ontem (sem perder força).



Apoio/Crédito: MetSul Meteorologia, CP e MeteoMont

EFEITOS E IMAGENS DO CICLONE

Ontem o ciclone trouxe trombas d'água (conforme já era previsto) em alguns pontos do litoral, como este flagrado por Luciano Rassolin em Barra Velha, Santa Catarina.


Ondas de até 3 metros de altura atingiram as praias de Santa Catarina e Torres (imagens abaixo). De acordo com os modelos de ondas, a ondulação na orla poderia alcançar entre 3 e 4 metros com vagas de até cinco metros em alto mar, o que deva resultar em mais ressaca hoje e amanhã.



As imagens do satélite (canal visível) desta manhã mostram nitidamente o ciclone na costa gaúcha (ver sequência abaixo). É possível observar até mesmo um "olho" (como o de furacões) no centro, algo que é absolutamente incomum nos ciclones que se formam no nosso litoral. A partir de amanhã (ou quinta pela projeção de alguns modelos) o ciclone começa a se afastar do continente.



CICLONE NA COSTA MANTÉM TEMPO INSTÁVEL

Previsão do Tempo - 09/03 a 11/03

Na terça-feira o dia será típico de atividade ciclônica na costa, ou seja, o dia deve variar com períodos de sol, nuvens e chuva. Temperatura mínima de 22°C e máxima de 27°C.


Na quarta-feira o ciclone começa a se afastar do continente e o dia deve ter sol, nuvens e chance de chuvas rápidas (que pode ser forte). Temperatura mínima de 22°C e máxima de 30°C.


Quinta-feira o sol deve aparecer mais, mas mesmo assim há uma pequena possibilidade de chuva isolada. Mínima de 21°C e máxima de 30°C.


segunda-feira, 8 de março de 2010

ESTADOS UNIDOS MONITORA CICLONE NO SUL DO BRASIL

Acaba de ser publicado o boletim diário (reprodução abaixo) do NOAA, a agência de Meteorologia do governo dos Estados Unidos, para a América do Sul com grande ênfase no Ciclone SUBTROPICAL (fenômeno que nos Estados Unidos recebe nomes de pessoas quando se formam no Atlântico Norte) , nos seguintes termos: "O ambiente nos estados do Sul e do Sudeste do Brasil segue favorável à manutenção de um ciclone subtropical nas próximas 24 a 36 horas. O sistema deve gerar um forte fluxo de umidade em direção aos estados do Sul (RS, SC e PR). Nestas áreas, o vento deve variar entre 35 e 55 nós (64 à 101 km/h) com as rajadas mais fortes nas áreas mais elevadas da Serra do Mar. Agora esperamos volumes de chuva em 24 horas entre 75 e 125 milímetros com máximos localizados de até 250 milímetros sendo muito possíveis. A divergência de vento (shear) em níveis mais altos da atmosfera deve frustrar a formação de um ciclone tropical nos próximos dois dias. (...) Convecção severa é esperada à medida que a baixa pressão em altos níveis da atmosfera acentua a instabilidade convectiva no Sul do Brasil com risco de trombas d'água (tornados) na costa.

(Clique para ampliar)


Apoio: MetSul Meteorologia

sexta-feira, 5 de março de 2010

FINAL DE SEMANA DE TEMPO INSTÁVEL

Previsão do Tempo - 06/03 a 08/03

Neste final de semana o sol pode aparece com nuvens, mas há chance de chuva (inclusive pancadas forte) a qualquer momento do período. Temperatura mínima de 20°C e máxima de 31°C.

Na segunda-feira segue a chance de chuva. Mesmo assim o sol pode aparecer. Mínima de 19°C e máxima de 31°C.


Adverte-se para o risco de chuva forte a intensa no litoral Norte Gaúcho, litoral Catarinense e litoral do Paraná. Pancadas de chuva devem ocorrer em toda faixa leste do RS, com a formação de um ciclone (nesse momento projetado como subtropical) na costa.

RISCO DE CHUVA INTENSA NA COSTA/LITORAL SUL


A circulação de umidade de um sistema de alta pressão na costa provocou chuva intensa ontem nos litorais do Paraná e de Santa Catarina. Até o começo da noite, a chuva chegava a 95 milímetros em Guaratuba (PR) e a 67,2 milímetros em Itapoá (SC). O prognóstico para os próximos dias é difícil diante de um cenário complexo. Entre hoje e amanhã se espera que junto ao Leste do Sul do Brasil atue o que se chama de cavado (região de menor pressão atmosférica) que pode produzir elevados volumes de chuva nas costas de Santa Catarina e do Paraná, podendo afetar o Litoral Norte gaúcho. Na sequência, um sistema de baixa pressão poderia ser o sistema atuante na costa do Sul brasileiro e que, pela análise do NOAA (Meteorologia oficial dos Estados Unidos) poderia se converter em ciclone subtropical. Este tipo de sistema, centro de baixa pressão com centro quente em superfície e frio em altura, não raro produz muita chuva. Foi um ciclone subtropical que trouxe enchente no Sul gaúcho em janeiro de 2009. Ocorre que algumas simulações computadorizadas projetam até um ciclone tropical (centro quente) no Atlântico, junto ao litoral, no começo da próxima semana, indicando uns que o sistema permaneceria muito distante da costa e outros próximos da orla, o que exigirá atenção.

Fonte: Eugenio Hackbart/CP

segunda-feira, 1 de março de 2010

PREVISÃO DO TEMPO

Previsão do Tempo - 02/03 à 05/03
Atualizada em 05/03 às 13:27

Terça-feira o sol aparece com poucas nuvens. Mínima de 19ºC e máxima de 33°ºC.


Na quarta o sol também aparece, mas haverá mais nuvens no céu. Possibilidade remota de chuva isolada. Temperatura mínima de 20ºC e máxima de 32°C à tarde.


Na quinta-feira o sol mais uma vez aparece com nuvens. Pequena chance de chuvas isoladas. Mínima de 20ºC e máxima entre 32 e 34ºC à tarde.


Na sexta-feira, a temperatura mínima ficará em torno dos 20ºC e máxima entre 30°C e 32ºC. Chance de chuvas isoladas/temporais de verão, devido a um sistema de baixa pressão que atua na costa.